ir parar home > Blog > Pelo encravado na barba: como resolver?
28 fev

Pelo encravado na barba: como resolver?

Pelo encravado na barba

Muitos homens sofrem ao se barbear. E isso não é apenas uma consequência da qualidade das lâminas ou mesmo do seu manuseio. O sofrimento ao fazer a depilação da barba está diretamente relacionado a sensibilidade da pele e ao pelo encravado desta região. Essa reação da pele é muito comum em diversos lugares do corpo, e acontece quando o pelo não consegue romper a superfície da pele, então, ele encrava.

Sabendo disso, muitos procuraram por uma solução para esse problema, por isso, resolvemos falar nesse post sobre 5 possíveis soluções para o pelo encravado na barba. Confira!

Como evitar pelo encravado na barba

A melhor forma de evitar o pelo encravado na barba é deixar que ela cresça naturalmente, evitando repetir o processo diário, o que causa ainda mais lesões. No entanto, essa não é uma medida possível na vida de muitos homens que precisam fazer a barba por uma questão de estética e autoestima, ou ainda, por questões profissionais.

Ao se deparar com esse problema e tentar adaptar-se às 5 soluções que vamos contar, procure um dermatologista, ele saberá indicar o melhor tratamento para pelo encravado na barba.

1. Não estique a pele ao barbear

É muito comum durante o procedimento de barbear, esticar a pele com uma das mãos para que os pelos sejam removidos precisamente e a pele fique mais lisinha. Porém, ao soltar a pele que estava esticada, a raiz do pelo se encolhe e, durante a fase de crescimento, ele encrava antes mesmo de tentar penetrar a pele.

2. Use sabonetes específicos

Substitua a espuma ou gel de barbear por um sabonete para pele oleosa ou acneica. A maioria desses sabonetes contêm ácido salicílico, uma propriedade anti-inflamatória e secativa, que impede que novas lesões surjam na pele durante o processo de barbear, além de evitar as bolinhas avermelhadas (ou até amareladas), causadas por pelo encravado.

3. Esfolie antes de barbear

O ato de esfoliar prepara a pele com uma leve abrasão. Isso remove a camada de células mortas que ficam na superfície da pele e, quando acumuladas, dificultam a saída do pelo gerando muitos pontos de pelo encravado no rosto.

Existem disponíveis em farmácias e perfumarias, diversos tipos de esfoliantes masculinos que correspondem especificamente à pele mais grossa e mais oleosa.

4. Aparar a barba

Para evitar repedir a barbeação várias vezes na semana, você pode aparar a barba com uma tesourinha ou com um barbeador elétrico. Isso, porque quanto mais você depila a barba, maiores as chances de ter pelo encravado.

5. Depilação com luz

Todos os métodos tradicionais de depilação contribuem para que os casos de pelo encravado na barba se agravem. Pois, ao remover a raiz do pelo, aumentamos as chances de que eles nasçam deformados e, assim, não consigam ultrapassar a superfície da pele. Para resolver isso, existem os métodos de depilação com luz, laser e luz pulsada, que cauterizam a raiz do pelo, eliminando o folículo piloso para sempre. Você deixará de se preocupar com a sua barba!

Gostou das dicas? Cuide bem da sua barba e escolha o melhor tratamento para a sua pele 🙂