ir parar home > Blog > Motivos para abandonar a depilação com cera
3 ago

Motivos para abandonar a depilação com cera

Muitas pessoas acreditam que a maneira mais eficaz para se livrar dos pelos indesejados é a depilação com cera. Contudo, essa técnica já se tornou obsoleta no universo da beleza e estética corporal.

E um dos maiores motivos para isso ter acontecido é a dor que esse tipo de procedimento acarreta.

Independente da área que será depilada, sempre haverá muitas dores durante o processo. Mas não é apenas isso que torna esse método tão contraindicado.

Veja nesse post alguns motivos do porquê você deve largar a depilação com cera.

Motivos para você deixar a depilação com cera

 

1.      Ela pode gerar manchas e reações alérgicas na pele

A depilação com cera, principalmente se realizada com frequência, pode fazer com que a pele fique manchada ou escureça com o tempo. Além disso, por ser um procedimento agressivo, ela deixa a região depilada super sensível.

Dependendo do tipo de produto utilizado durante o processo, você ainda corre o risco de sofrer reações alérgicas.

2.      Risco de queimaduras

Geralmente, a depilação com cera é feita com o uso dessa substância ainda quente, o que eleva drasticamente os ricos de queimaduras. Se o procedimento não for executado da forma adequada, pode causar queimaduras de até 2º e 3º graus.

Além de gerar lesões, você corre o risco de ficar com marcas para o resto da vida no seu corpo.

3.      O resultado não dura muito tempo

Os resultados da depilação com cera também não duram muito tempo. A pele consegue se manter lisinha por cerca de duas semanas, e logo depois o processo de crescimento de pelos reinicia.

Como é um procedimento muito agressivo, não é recomendado que a técnica seja repetida antes de 30 dias depois da última sessão, o que faz com que os pelos fiquem aparentes ainda por um determinado período de tempo.

4.      Aumenta a quantidade de pelos encravados

Como a depilação com cera desidrata a pele, a quantidade de pelos encravados aumenta consideravelmente. Isso porque, ao nascerem, eles acabam encontrando um tecido ressecado e áspero o que faz com que esse tipo de problema ocorra com frequência.

5.      Pode causar infecções

A depilação com cera também eleva o risco de infecções, principalmente se ela for feita na região íntima. Isso porque, como a pele fica mais sensível com esse tipo de depilação, abre-se uma margem extremamente perigosa para que agentes externos penetrem na pele, gerando infecções.

6.      Aumenta a desidratação da pele

Outro motivo para você largar de vez a depilação com cera quente é o fato dela também aumentar a desidratação da pele. Uma vez que a substância precisa ser aplicada ainda quente na pele, ela acaba fazendo com que os tecidos percam água rapidamente.

 

Qual a melhor alternativa para a depilação com cera?

Você não precisa sofrer com as dores de uma depilação com cera para ter a pele lisinha. Atualmente, já existem tratamentos alternativos para a remoção de pelos, e um dos mais populares e indicados é a fotodepilação.

Com ela, você consegue ter uma pele lisinha, sem dor ou sofrimento. A técnica utiliza a Luz Pulsada Intensa (IPL), uma tecnologia de ponta que ajuda na eliminação de pelos.

Esse procedimento é realizado com todo o conforto e qualidade. Além de ter uma pele linda e livre de pelos, a fotodepilação ainda gera outros benefícios:

  • Afinamento e diminuição da quantidade de pelos a cada nova sessão;
  • Resultados mais duradouros, evitando que você tenha que se depilar mensalmente;
  • Eliminação total dos pelos conforme o avanço das sessões, uma vez que eles vão diminuindo a cada uma.

Você não precisa mais sofrer com depilação com cera. Clique aqui e veja como a fotodepilação da Não+Pelo é a melhor alternativa.