ir parar home > Blog > LIPOASPIRAÇÃO – PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS E DIFERENÇAS ENTRE OS PROCEDIMENTOS
3 mar

LIPOASPIRAÇÃO – PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS E DIFERENÇAS ENTRE OS PROCEDIMENTOS

O Brasil está entre os países do mundo que mais realizam cirurgias plásticas. Um dos principais procedimentos feitos é Lipoaspiração. Não é à toa, que hoje é possível encontrar diferentes Tipos de Lipo.

O QUE É LIPOASPIRAÇÃO?

“É um procedimento que consiste na retirada de células de gordura de áreas específicas, com o objetivo de melhorar o contorno corporal. Ela é realizada com cânulas de metal e aparelhos de sucção, por meio de pequenas incisões feitas na pele”, explica o cirurgião plástico Felipe Zampieri.

plastic

Apesar de todo o procedimento envolvendo a retirada de células adiposas ser caracterizado como lipoaspiração, é possível verificar algumas diferenças na forma como cada um é feito. “A cânula de metal pode ser acoplada a aparelhos com vibração, laser ou ultrassom em alguns casos específicos”, esclarece o cirurgião.

Veja quais os tipos de lipo mais procuradas nas clínicas:

1. Lipoescultura

Na cirurgia de lipoescultura, a gordura é retirada do corpo e tratada, para depois ser enxertada em alguma outra região, como nos glúteos ou vincos da face. Cerca de 50% da gordura pode ser reabsorvida pelo organismo.

2. Vibrolipoaspiração

É utilizada uma cânula com movimentos vibratórios para a remoção de gordura. O objetivo é facilitar o processo de retirada das células adiposas.

3. Lipo a laser

Nesta forma de lipoaspiração, é utilizada uma cânula com laser, através da qual a fibra ótica auxilia na quebra das células de gordura, facilitando sua aspiração.

A drenagem linfática e outros procedimentos estéticos ajudam a melhorar os resultados da lipo. Foto: iStock, Getty Images

Cuidados antes e após a lipoaspiração

Independente do procedimento de lipoaspiração a ser realizado, seja ele mais ou menos invasivo, são necessários alguns cuidados. “Na consulta pré-operatória, seu médico vai avaliar se sua queixa é compatível e se há necessidade de cirurgia”, enfatiza Zampieri.

O profissional também vai avaliar quesitos como doenças já existentes, uso de medicamentos, tabagismo e a expectativa do paciente. Ele destaca que a realização de exames também é fundamental no planejamento da cirurgia. Durante o procedimento, o médico e a equipe também tomam algumas medidas para redução de riscos.

“Sempre monitoramos a temperatura corpórea do paciente e seu posicionamento correto de acordo com a técnica cirúrgica”, conta. Já no pós-operatório, o mais importante, segundo ele, é o paciente seguir as orientações médicas.

Ingestão adequada de líquidos, dieta balanceada, uso de malha cirúrgica e drenagem linfática contribuem para melhores resultados – vale levar as dicas a sério. Por isso, se você tiver interesse em fazer uma lipo, certifique-se de procurar um cirurgião com boa formação, experiência e habilitado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Fonte: doutissima.com.br