ir parar home > Blog > Dicas para pele sensível: Como depilar sem sofrimento
7 jul

Dicas para pele sensível: Como depilar sem sofrimento

Muito comum no ocidente, principalmente entre as mulheres, a depilação é um ritual de beleza seguido rigorosamente por muitas pessoas. No entanto, existem algumas que desenvolvem alergias ou apresentam sintomas como coceira, ardência e vermelhidão.

Isso acontece geralmente com quem tem pele sensível. Felizmente hoje já existem várias opções de depilação, inclusive as livres de dor ou, até mesmo, com soluções definitivas: você corta o mal pela raiz, e os pelos nunca mais voltam a crescer.

Se você tem a pele sensível, continue lendo e receba algumas dicas sobre como parar de sofrer a cada depilação.

Entenda o que é uma pele sensível

A pele é o maior órgão do corpo humano e é responsável principalmente por revestir nosso corpo e manter a temperatura estável. Cada pessoa tem características específicas, de acordo com seus cuidados, genética e até mesmo doenças, como a rosácea.

Quem apresenta a pele sensível geralmente sofre com a poluição e o excesso de exposição ao sol e luzes artificiais. Assim, ficam vermelhas, apresentam coceiras e ardência com mais facilidade.

Por isso, na hora de depilar, é importante tomar alguns cuidados especiais. Tanto durante o procedimento quanto anteriormente, na sua rotina de cuidados.

Conheça mais sobre seu tipo de pele e pelo

Identificar seu tipo de pele e pelo é algo que pode ajudar muito a evitar os desconfortos causados pela depilação. Somente com base nessas informações é possível definir com segurança o melhor método de remoção.

Quem tem pelos muito claros e finos não pode fazer a depilação a laser convencional, por exemplo. Já a cera não é aconselhável para as peles que recebem tratamentos para clareamento e cuidados com acne recentes. Isso porque tanto o ácido quanto o laser removem as camadas superficiais. Assim, ao ser puxada, a cera pode tirar a pele junto, causando feridas e manchas.

Hidrate sua pele com regularidade

Uma pele bem hidratada é muito mais saudável e já é meio caminho andado para uma boa depilação. Dessa forma, ela fica mais firme para receber diferentes tipos de procedimentos depilatórios.

Geralmente as peles sensíveis costumam ser secas. A água quente pode remover as camadas naturais de óleo da pele. Por isso, ao tomar banho, prefira a água morna e abuse dos óleos corporais.

Vale lembrar ainda que, mesmo que sua pele seja oleosa, ela precisa de hidratação. Há produtos específicos para esse tipo de pele, que são não comedogênicos e livres de óleos. Invista neles!

Outra dica é observar a fórmula do creme pós-depilatório. Os produtos que contém álcool em sua fórmula são muito agressivos, principalmente se você tem pele sensível. Nesse caso, opte por cremes com agentes anti-inflamatórios e calmantes.

Seja cuidadoso ao se expor ao sol

Quem tem pele sensível sabe que exagerar no sol pode ser um tremendo desastre. É só passar um pouquinho do ponto que a pele fica vermelha, começa a arder e descasca. Além disso, quem exibe tendência a ter manchas logo percebe o aparecimento delas.

Para evitar que isso aconteça, use diariamente um bom protetor solar. Um dermatologista prescreverá o fator de proteção e a marca mais indicada. No entanto, procure usar diariamente um protetor facial.

Quando estiver na praia, não se esqueça de reaplicar os produtos em intervalos regulares e sempre que entrar no mar.

Descubra os cuidados que você precisa ter antes de depilar

Antes de fazer depilação em uma pele sensível, é recomendado seguir alguns procedimentos. Você já sabe: além de manter a pele sempre hidratada, ou seja, ter o hábito diário de usar hidratantes, é recomendado não expor ao sol a área a ser depilada.

Também é recomendado fazer uma esfoliação suave da pele. Isso faz com que ela fique uniforme e mais bem preparada para o procedimento depilatório.

No caso da depilação com cera, a temperatura é fundamental. Se estiver muito quente pode causar muita irritação. Existem ceras específicas para quem tem pele sensível. Elas são mais suaves e trazem agentes calmantes, como camomila, algas e mel.

Não se esqueça de verificar se o procedimento será realizado com bastante higiene. Caso contrário, é possível que ocorram irritações e, até mesmo, apareçam micoses e infecções.

Cuide da pele após a depilação

Após a depilação, sua pele pode estar mais sensível do que o normal. Use cubinhos de gelo em toda área que acabou de ser depilada, eles ajudam a fechar os poros e diminuir a coceira e vermelhidão.

No entanto, não aplique o gelo diretamente na pele. Envolva os cubos em uma toalha de rosto ou equivalente. O contato direto pode queimar o local.

Não se esqueça de limpar cuidadosamente toda a área. Resíduos de cera ou outros produtos podem causar alergias e irritação. Use um sabonete neutro ou outros produtos, como a água micelar, que pode ser uma grande aliada nesse momento.

Por fim, aplique água termal ou um creme calmante para evitar vermelhidão, bolinhas, coceiras ou pelos encravados. Aloe Vera e Camomila também funcionam bem. Nesse momento, os poros estarão muito expostos. Portanto, evite os óleos ou produtos que possam causar foliculite.

Uma dica valiosa é não ir ao local da depilação com roupas muito justas e de tecidos que impedem a respiração da derme. Vestidos soltos, calças largas e tecidos naturais são os ideais. Pelo menos no primeiro dia, evite usar peças que causem fricção ou abafem a área.

Conheça as melhores opções de depilação para pele sensível

As melhores opções para eliminar os pelos se você tem a pele sensível são as depilações por meio da luz. Elas compreendem tanto a luz pulsada quanto o laser, e vale a pena verificar a real diferença entre os dois métodos antes de escolher qual deles fazer.

No decorrer das sessões, seus pelos terão o crescimento desacelerado e vão demorar mais para aparecer novamente. Ao longo do tratamento, os pelos passam a ter suas raízes cauterizadas. Apresentam regiões com falhas, até que não nasçam mais pelos em toda a área tratada.

Continue lendo e entenda mais sobre esses tratamentos.

A depilação a laser

A depilação a laser Não+Pelo pode ser um pouquinho dolorida, mas é o procedimento mais indicado para acabar com os pelos rapidamente sem que eles voltem a crescer.

Isso acontece porque a energia do laser tem um comprimento de onda capaz de destruir o folículo piloso de forma definitiva, ainda em sua fase de crescimento.

Ela é mais eficiente do que a luz pulsada e elimina os pelos mais rapidamente.

Entretanto, é importante pesquisar se esse tipo de depilação é indicado para você. As pessoas com pelos muito claros e finos podem não se beneficiar com o tratamento.

A depilação com luz pulsada

A fotodepilação consiste na eliminação do pelo corporal através do uso de flashes de luz. O uso da luz pulsada ajuda a destruir progressivamente as células que produzem os pelos. Depois de absorvida, a luz provoca um aumento da temperatura no local, enfraquecendo as células.

Esse procedimento é menos doloroso e um pouco mais suave. No entanto, você precisará de um número bem maior de sessões para conseguir se livrar definitivamente dos pelos.

Ao seguir as dicas deste texto, com certeza você poderá se depilar e ter uma incrível sensação de bem-estar, mesmo tendo a pele sensível.

E aí? Tudo pronto para cuidar melhor da sua pele? Assine nossa newsletter e se atualize sobre o assunto, recebendo conteúdos exclusivos e gratuitos diretamente no seu e-mail!