ir parar home > Blog > Depilação para gestantes: saiba o que evitar!
20 out

Depilação para gestantes: saiba o que evitar!

Durante a gravidez o cuidado da mulher com seu corpo e saúde deve ser dobrado, mas mesmo durante esse momento as mulheres ainda desejam cuidar da sua aparência e muitas têm preocupação com o que podem ou não podem fazer nesse período. Se a sua dúvida é em relação a depilação, nós te ajudamos.

Além de muitos mitos em torno desse método, também existem outros empecilhos para deixar as pernas e a virilha em dia! Qual o melhor método? Quais a limitações? Quais as contraindicações? Confira nossas dicas para manter a depilação em dia com segurança no período da gestação:

Depilação para gestantes

Para começar é importante que você saiba que a depilação durante a gravidez pode ser feita sim, basta tomar alguns cuidados, já que as chances de infecção ou inflamação existem e a gestante tem um maior risco de contrair doenças por conta da baixa imunidade. Saiba o que evitar.

Lâminas

O grande problema das lâminas para a depilação de gestantes é que, com risco de lesões, existem também o risco de infecções, inflamações e aparecimento de manchas na pele, o que é muito comum durante a gestação. Além disso, a chance de se cortar com a lâmina na gravidez é maior por conta da dificuldade de ver o seu corpo nesse período.

Cremes depilatórios

Embora não exista nenhum estudo que contra-indique o uso de cremes depilatórios na gravidez, alguns especialistas não recomendam o uso desse método durante esse período. Esses cremes têm um poder irritativo muito grande e por isso devem ser evitados, como qualquer processo que induza alergia ou irritação, que podem inclusive manchar a pele.

Depilação com cera apenas a partir do quarto mês

A depilação com cera não é indicada durante o primeiro trimestre da gravidez, e depois disso é liberada, porém com algumas precauções, tomando sempre cuidado com o risco de inflamações, infecções e manchas.

Alguns transtornos como pelos encravados, foliculite, inflamação no folículo piloso podem causar desconforto no dia do parto. Para evitá-los, a melhor indicação em termos de depilação para gestantes é estabelecer uma rotina de depilação com cera morna a partir do quarto mês de gestação.

Um ótimo diferencial é a cera apresentar ingredientes naturais com propriedades anestésicas, cicatrizantes e hidratantes, como as própolis e o mel.

Evite realizar esse método em casa, procure uma profissional que observe a temperatura da cera e utilize materiais descartáveis.

Fotodepilação antes da gravidez

Durante a gestação a fotodepilação não é recomendada porque há uma quantidade muito maior de hormônios no corpo, impossibilitando os resultados.

Por isso, se você está planejando uma gravidez para os próximos anos, realize o procedimento antes de engravidar. O resultado consiste em ficar livre de pelos ao final do tratamento. Ou seja, sem preocupações com a depilação durante o período da gestação.

Que tal agendar uma avaliação gratuita na Não+Pelo e se preparar para esse momento?