ir parar home > Blog > COMIDINHAS DE PRAIA
22 nov

COMIDINHAS DE PRAIA

Não é legal ir à praia sem estar 100% feliz com suas curvas, por isso é importante ficar de olho na dieta para não ganhar mais quilos extras. Segundo a nutricionista Vanderlí F. Marchiori, na praia é comum retermos mais líquido – daí a sensação de inchaço – por causa da temperatura e diferença de pressão. Por isso, para não expandir ainda mais as medidas, a profissional lista as melhores opções de “comidinhas dos quiosques de praia”.

DICA NÚMERO 01 – Entre camarão ou de peixe, a segunda porção é a melhor pedida. “Camarão tem mais colesterol”, afirma Vanderlí. E vale ressaltar, ao fazer seu pedido dê preferência à versão grelhada. “Dessa forma você poupa a ingestão de até 30% de gordura”.

DICA NÚMERO 02 – A batata ou mandioca frita também pode facilmente ser substituída por uma porção de amendoim ou castanha assada. “Esses alimentos são ricos em gorduras que ajudam a reduzir as medidas da região abdominal”. Além disso, ambos são compostos por vitamina E, fibra e zinco.

DICA NÚMERO 03 – Para alegria dos fãs de queijo coalho, a nutricionista afirma que esse petisco não oferece riscos à saúde – exceto aos alérgicos, claro. “Com doses aceitáveis de gordura, esse alimento ajuda a saciar a fome”, diz Vanderlí.

DICA NÚMERO 04 – Evite o pastel. “Caso não resista, prefira os recheios de frango, carne ou bacalhau”. A empada, rica em gordura, também deve ser preferencialmente evitada por conta da grande quantidade de carboidrato e gordura.

DICA NÚMERO 05 – Milho verde está liberado, contanto que você evite (ou regule) a quantidade de manteiga. “O milho é rico em luteína, uma substância importantíssima para a visão”, afirma Vanderlí. O sal também deve ser controlado para evitar a retenção de líquidos. “Para compensar sua ausência, aposte em temperos como tomilho, alecrim, salsa e até mesmo o vinagrete”.

Agora se puder, o ideal é levar sua própria comida. Com as altas temperaturas, não são todos os alimentos que aguentam fora da geladeira, portanto vale ficar ligado na seleção dos lanches. Frutas com cascas, biscoitos integrais e água – muita água – devem compor o menu do verão. Veja aqui o que não pode faltar:

1) Para beber: água não pode faltar no kit de lanches das crianças. Vale colocar a água filtrada em garrafinhas pet e levar ao freezer de um dia para o outro. Retire do freezer na hora de ir para a praia. Ela vai descongelando aos poucos, garantindo hidratação bem fresquinha para as horas à beira-mar. Uma garrafa térmica faz esse serviço, portanto vale investir. Os sucos industrializados costumam entrar na cesta de bebidas, porém prefira as versões sem açúcar, corantes e conservantes. Se puder fazer um suco fresquinho e colocar na garrafa térmica, melhor ainda.

2) Para comer (opções salgadas): palitinhos de tomate cereja, queijo, manjericão, pepino, cenoura e outros vegetais costumam ser práticos e atrativos para as crianças. Vegetais cozidos, como vagem, cenoura, batata bolinha com casca e brócolis também compõem um menu saudável. Para completar, considere ainda, biscoitos integrais, fatias ou cubos de pão integrais.

3) Para comer (opções doces): frutas in natura, como uvas sem sementes, melão, melancia (já picados e prontos para consumo) e banana. Frutas secas e desidratadas ajudam a diversificar.

4) Para transportar: quem tem criança precisa levar em consideração a compra de dois itens fundamentais para lanches de verão: bolsa e garrafa térmica. Garante horas de diversão sem precisar recorrer a restaurantes ou alimentos de procedência duvidosa.

Curtiu? Agora é só aproveitar as dicas e se divertir na praia! 😉

Fontes: www.abril.com.br/mulher
www.marisol.com.br/comidinhas-praia-piscina/