ir parar home > Blog > 5 razões para trocar a depilação caseira pela depilação duradoura 
19 mar

5 razões para trocar a depilação caseira pela depilação duradoura 

Ter uma rotina agitada e não encontrar tempo para cuidar do próprio corpo é uma realidade muito comum no cotidiano das pessoas hoje em dia. Diante disso, é muito fácil tentar encontrar mais praticidade em procedimentos que podem ser realizados em casa.

Alguns cuidados com o corpo podem mesmo ser mantidos em casa e não oferecem grandes perigos, mas esse não é o caso da depilação. Você, com certeza, já conheceu alguém que se queimou ou machucou-se tentando remover os pelinhos de forma caseira.

Você é adepta à depilação caseira? Então, veja por que deve acabar com esse hábito hoje mesmo para conhecer os métodos definitivos. Saiba mais lendo o post a seguir!

1. Precaução contra lesões na pele

Todo método de depilação tem seu risco e, quando feito em casa, esses riscos tornam-se ainda maiores. Um dos perigos característicos desse tipo de depilação, principalmente da cera e da lâmina, são as lesões que podem aparecer na pele.

A cera quente, quando puxada da maneira incorreta, pode arrancar pedaços. A lâmina é outra candidata a causar cortes que podem ser simples ou extremamente graves.

Na depilação duradoura, o risco de sofrer lesões só existe se o procedimento for executado de forma negligente ou por pessoas sem conhecimento.

2. Prevenção de queimaduras graves

Este é um problema exclusivo das ceras quentes: você pode se queimar de verdade nesse método de depilação, podendo apresentar queimaduras de terceiro grau!

Mesmo controlando a temperatura com aparelhos adequados, é possível queimar partes mais sensíveis do corpo, como buço e virilha. Além disso, algumas bactérias podem se proliferar na cera quando ela não é armazenada do jeito certo, o que causa infecções em feridas e queimaduras.

Esse problema também pode ser evitado com a fotodepilação, que usa meios tecnológicos para atingir apenas os pelos e não a pele.

3. Evitamento de manchas na pele

Mesmo que você não tenha sofrido com lesões e queimaduras, é possível causar manchas na pele com a depilação caseira. Quem usa lâmina e cremes depilatórios há muitos anos sabe bem como as axilas e a virilha podem ficar escurecidas com o tempo. O maior problema, nesse caso, é que algumas dessas manchas são irreversíveis e causam um aspecto indesejado.

Na depilação duradoura — quando feita da maneira certa —, você evita essas manchas escuras e pode, até mesmo, clarear algumas marcas causadas por outros métodos.

4. Redução de pelos encravados

O pelo encravado é outra realidade de quem usa lâmina para se depilar — e até mesmo de quem usa cera. O pelo nasce enrolado por baixo da pele, causando as indesejáveis bolinhas, que coçam e geram um aspecto negativo em várias regiões do corpo.

A fotodepilação é um dos métodos de remoção de pelos que ajudam a evitar o encravamento, já que consegue destruir sua raiz e retardar seu crescimento.

5. Aumento do tempo e da liberdade

A fotodepilação é um método que utiliza a Luz Pulsada Intensa (IPL) para destruir a raiz do pelo. Isso quer dizer que, ao optar por esse método, você ganha mais tempo e liberdade, já que seus pelos vão demorar muito mais para reaparecerem e sua manifestação será cada vez menos volumosa.

Você ganha mais comodidade na hora de viajar e na rotina do dia a dia, de forma segura e eficaz, por um preço justo. E o melhor de tudo é poder evitar todos os problemas que nós listamos neste post com um só método.

E você? Já passou por algum dos perrengues que a depilação caseira proporciona? Para a maioria das pessoas, a resposta é sim, por isso, coloque sua saúde e seu bem-estar em primeiro lugar e conheça melhor os métodos de depilação duradouros que a tecnologia pode oferecer!

E para adquirir mais conhecimento sobre esse assunto, descubra os benefícios que a fotodepilação pode trazer para o seu bolso!